5 orientações para manter a saúde mental de seus colaboradores

A qualidade das nossas emoções na vida pessoal e profissional impacta a saúde mental.

Estar preparado para os desafios diários é essencial para o bem-estar dos colaboradores. E na sua empresa, como vocês lidam com os casos de ansiedade, depressão e outras doenças psicológicas que afetam milhões de pessoas em todo o mundo? 

Saiba que o ambiente interno pode ajudar a manter a saúde mental de seus colaboradores. Continue a leitura!

Mas o que é a saúde mental?

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde) a saúde mental está relacionada com o “bem-estar no qual o indivíduo desenvolve suas habilidades pessoais, consegue lidar com os estresses da vida, trabalha de forma produtiva e encontra-se apto a dar sua contribuição para sua comunidade”.

Quando temos equipes trabalhando por longas horas sem pausas, com excesso de cobranças e pressão para atingir as metas acabam por desencadear problemas na saúde psicológica. Por consequência, o desgaste físico logo se apresenta e como consequência temos uma queda da produtividade e posteriormente uma série de problemas. 

Visão do RH

O departamento de Recursos Humanos é o aliado para cuidar da saúde dos colaboradores. Ao observar mudanças na equipe, o RH é capaz de contribuir implementando soluções, que podem ser tanto de prevenção como solução. 

Para isso, reunimos 5 orientações de especialistas para a promoção da saúde mental de forma simples dentro das empresas. 

1 – Suporte de serviços de saúde

Muitas vezes, o colaborador não busca ajuda de um psicólogo, por exemplo, por falta de dinheiro. Ao oferecer esse apoio por meio de um plano de saúde ou mesmo ter a disposição um profissional na empresa será de grande valia para os colaboradores e seus familiares. 

2 – Oriente os gestores 

São os gestores que sentem no dia a dia como está a sua equipe. Portanto, oriente-os sobre os sinais da saúde mental dos colaboradores. A dica é uma palestra com um profissional de saúde mental junto com o RH. Assim, o gestor saberá identificar problemas e até mesmo saber se a sua liderança está a mais adequada. 

3 – Comunicação interna

Ainda é comum em organizações, o famoso rádio corredor, quando as informações tóxicas e mal-entendidas circulam criando um péssimo clima interno. Isso acontece quando não há uma boa comunicação e incentivo ao feedback. Portanto, comuniquem de forma clara o que acontece na organização. Lembrando de que é importante identificar qual a linguagem ideal para as diversas áreas da empresa. Isso mostra transparência, ética e mantém o clima interno propício para as colaborações. 

4 – Campanhas sobre saúde mental 

É comum que as pessoas não saibam que estão passando por uma crise de ansiedade ou mesmo depressão. Há também uma resistência em assumir o problema. Nesse sentido, fazer campanhas orientativas com profissionais preparados é um caminho para despertar a necessidade de buscar ajuda. Debates e palestras se mostram como portas que facilitam ajudar esses colaboradores. 

5 – Ações permanentes

Sabemos que os problemas de saúde não têm data marcada para acontecer. Por isso, o RH deve manter um calendário permanente de ações, especialmente, quando tratamos de saúde mental. O calendário ajuda a organizar as pautas e os meios de abordar o tema. E uma caixinha de sugestões, permitindo a participação de todos ajudará nessa tarefa. 

Esperamos ter colaborado para um tema que é de grande importância para todas as organizações e que não podemos fechar os olhos. Incentive e promoção a saúde mental na sua empresa. 

Para saber mais sobre a importância de cuidar da saúde de seus colaboradores, leia também esse conteúdo.

Curtiu o Post? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Você também pode curtir esses posts: